Detalhes do Projeto

TítuloEstudo do efeito da Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana sobre leveduras do gênero Candida isoladas da cavidade bucal de crianças expostas e não expostas ao HIV, atendidas no Centro de Referência DST/AIDS de Vitória da Conquista-BA
Tipo de ProjetoPesquisa
Coordenador(a)FRANCINE CRISTINA SILVA ROSA
ResumoA microbiota bucal de portadores da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida não é estável e está sujeita a colonização por espécies superinfectantes e oportunistas relacionadas com manifestações bucais e infecções, sendo as mais freqüentes: candidose bucal, doenças periodontais necrosantes e leucoplasia pilosa, entre outras. Cerca de 90% dos pacientes com AIDS apresentam pelo menos uma manifestação bucal, o que faz com que o cirurgião – dentista tenha um importante papel, não somente na conduta e tratamento das lesões presentes, como também no diagnóstico da infecção pelo HIV e na prevenção de outras patologias. A candidíase orofaríngea é a infecção fúngica mais comum entre os pacientes infectados pelo vírus HIV, ocorrendo em 80% a 90% desses indivíduos. Os casos de aumento da resistência de Candida spp. aos agentes antifúngicos e antimicrobianos nos últimos anos é um fato preocupante, assim a utilização de técnicas coadjuvantes a terapêutica tradicional nos casos de infecções oportunistas bucais em pacientes imunocomprometidos, como o emprego dos diferentes tipos de laseres e técnicas associando-se irradiação laser, é apontada como nova e promissora abordagem para eliminação dessas infecções. A laserterapia de laseres de baixa intensidade é avaliada como método alternativo de tratamento antimicrobiano pelo fato de, contrariamente aos antibióticos e antimicrobianos, não favorecem o desenvolvimento da resistência microbiana. O propósito do presente estudo será verificar a atividade da Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana utilizando-se laser de baixa potência de ArGaAl e corantes fotossensibilizadores azul de metileno, azul de toluidina e verde malaquita sobre Candida spp. isoladas de amostras bucais de crianças expostas e não expostas ao HIV em tratamento no Centro de Refe
Data Inicial04/01/2010
Data Final04/06/2012
Equipe Executora
  • Luciano Pereira Rosa (Vice-Coordenador)
  • Antonio Luiz B. Pinheiro (Pesquisador)
  • Cristiane Yumi Koga Ito (Pesquisadora)
  • Bruno Pereira de Araújo (Pesquisador)
  • Laíze Aparecida Nunes Lopes Campos (Pesquisadora)
  • Allana Tamiris Bonfin Nogueira (Pesquisadora)
  • Viviam Oliveira Viana (Pesquisadora)
  • FRANCINE CRISTINA SILVA ROSA (Coordenador)