Detalhes do Projeto

TítuloAVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL DE PACIENTES COM DIABETES TIPO 2 ATENDIDOS NA ASSOCIAÇÃO CONQUISTENSE DE APOIO AO DIABÉTICO
Tipo de ProjetoPesquisa
Coordenador(a)MARIA PAULA CARVALHO LEITAO
ResumoA importância do Diabetes Mellitus (DM) vem crescendo em quase todos os países, devido um grande aumento na sua prevalência e pelo seu impacto social e econômico, situando-se como um grave problema de saúde pública no Brasil. Entre os tipos de diabetes, o Diabetes Mellitus tipo 2 (DM tipo 2) é o de maior incidência, sendo responsável por aproximadamente 90% dos casos e, os obesos, apresentam prevalência de três a sete vezes maior do que os indivíduos de peso adequado, no desenvolvimento da doença. A avaliação nutricional dos pacientes diabéticos tem como principal objetivo determinar o estado nutricional dos mesmos, condição esta que cada ser possui para responder às necessidades energéticas exigidas pelo seu metabolismo e, consequentemente, detectar fatores de risco para o aparecimento ou piora de complicações que podem estar associadas ao diabetes. O objetivo deste estudo é avaliar o estado nutricional de pacientes com Diabetes Mellitus Tipo 2 atendidos na Associação Conquistense de Apoio ao Diabético (ACAD), na cidade de Vitória da Conquista, Bahia. Trata-se de um estudo transversal, com abordagem quantitativa e de análise descritiva. A amostra será selecionada por conveniência, formada por 35 indivíduos adultos, de ambos os sexos, maiores de 20 anos, portadores de Diabetes Mellitus Tipo 2, atendidos na Associação Conquistense de Apoio aos Diabéticos. O projeto foi encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia e aprovado. Os indivíduos que se disponibilizarem a participar do estudo irão assinar um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), para a permissão da coleta de dados. Para o estudo, serão coletados dados antropométricos (peso, altura e circunferência da cintura), dados pessoais, socioeconômicos, tempo de diagnóstico do diabetes, dados da última dosagem de glicose sanguínea, obtido a partir dos testes glicemia capilar de jejum e/ou glicemia pós-prandial, realizados pela ACAD. Serão coletados, também, dados sobre os hábitos alimentares dos pacientes, com a aplicação de um Questionário de Frequência Alimentar Semiquantitativo, com o objetivo de avaliar o consumo de alimentos dos grupos dos cereais e doces e, investigar a associação do consumo desses alimentos com o nível de glicemia sanguínea atual. A partir da obtenção dos dados de peso e altura, o Índice de Massa Corporal (IMC) será calculado e classificado segundo as faixas sugeridas pela Organização Mundial de Saúde (1995). Para a circunferência da cintura será adotado a classificação proposta pela Organização Mundial de Saúde (1998). Após a obtenção desses dados, será avaliada a associação entre a presença de sobrepeso/obesidade e o nível de glicemia sanguínea atual dos pacientes. Os dados serão armazenados em planilhas do Microsoft Office Excel 2010. A análise incluirá a descrição dos participantes quanto às características demográficas e às medidas antropométricas. Variáveis categóricas serão apresentadas na forma de proporção; as variáveis contínuas (tais como IMC e CC) serão descritas em termos das medidas de tendência central (média ou mediana) e de dispersão (desvio padrão). Relações entre as variáveis serão exploradas por meio de gráficos e tabelas de contingência.
Data Inicial19/09/2011
Data Final06/07/2012
Equipe Executora
  • Jaqueline Fernandes Silva (Discente)